domingo, 22 de março de 2020

Entrevista com o Coronavírus

 Caros amigos, boa noite! O ócio produtivo sempre me trás algumas idéias, e desta vez não foi diferente. 

 Depois de alguns dias de isolamento em casa, tomando esporro da esposa (KKKKK...), pensei em entrevistar algum médico - conheço muitos - sobre o tema mundial "Coronavírus". Mas... pensei por um momento e veio a pergunta: não seria melhor falar com o próprio capiroto, arauto do fim dos tempos, o anjo da morte "Asrael" em "pessoa" (ou em vírus?), o senhor "Coronavírus", vulgo COVID-19?

 Não foi nada difícil encontrar o mesmo, visto já ter contaminado praticamente todo o planeta Terra a esta altura - exceto, algumas ilhas isoladas da Sumatra, Borneo e outros oásis neste pequenino planeta que habitamos. 

 Máscara com respirador "fechado" colocada, luvas, óculos, distância de 5 metros, capote descartável, dei início a entrevista. Nos encontramos na minha casa, ele já me aguardava dentro da minha carteira, numa nota de 2 reais que passou por inúmeras mãos, até ali entrar. 

 Reclamou inclusive da demora da minha procura para que ele fosse entrevistado, visto eu ser um investidor e ele ser pai do novo Bear Market que nos encontramos. Segue a entrevista:

- Boa tarde, Coronavírus. Desculpe a demora, mas tenho que tomar alguns cuidados... você sabe. Com 13% de mortalidade entre os doentes sintomáticos dependendo do país, eu não quero ser "o um entre 10" a morrer.

- Boa tarde! Infectados, praticamente todos já estão, pois tenho alta infectividade. Contamino 70% mais pessoas que o vírus H1N1. Em torno de 79% dos meus portadores são e ficarão assintomáticos, mas transmitindo a doença aos demais.

- Então o isolamento não adianta??? 

- Não falei isso! Mas respondo sua pergunta com outra: quer algo mais contaminado do que papel moeda e celular, que continuam a ser usados e passam de mão em mão? 

 Isolar atrasa o processo, mas não o impede; exceto isolamento total - que não será feito. Vocês deixarão de comprar comida nas ruas? As empresas de serviços públicos vão parar e todos os serviços serão cortados? Muito pânico e pouca informação de qualidade chega até vocês. O pânico vende notícias, elege alguns políticos e derruba outros. Mas ter cuidado comigo, acho bom. 

- Mas é melhor isolar, não acha? A China escondeu a verdade no começo, mascarou dados e...

- E deixou a conta pro resto do mundo pagar! Hoje, a China, onde surgi, compra minério de ferro e petróleo com descontos de 20, 30 e até 40% - fora, outros produtos. 

 O médico que me descobriu, o oftalmologista  Dr. Li Wengliang, junto com outros 7 médicos chineses foi levado para a delegacia, humilhado, ameaçado, ofendido e punido pelas forças ditatoriais chinesas apenas por ter alertado sobre o surto em Wuhan. Tiveram que assinar um documento afirmando que estavam "espalhando mentiras" (link: How China’s Incompetence Endangered the World). Isso saiu inclusive, em parte, na mídia brasileira:


 O politburo chinês não liga para vidas, sejam de chineses ou de estrangeiros. Tanto que esconderam a situação do resto do mundo, quando poderiam ter pedido ajuda e debelado o foco em seu próprio território. De alguma maneira, seja premeditado ou não, a China está lucrando com toda esta situação e comprando barato do resto do mundo e todo o resto do mundo. 



 Seguem os dados de hoje, das minhas andanças pelo planeta:




   

 FONTE: COVID-19 CORONAVIRUS PANDEMIC

 O isolamento ajuda, mas não impede que eu me espalhe, infectando ao redor. Basta lembrar que o primo Influenza matou quase 80.000 pessoas entre 2017 e 2018 nos Estados Unidos. Interessante que não houve a histeria atual. Não estou a dizer que não devam ter cuidado comigo, mas por que sou mais famoso? Algo a se pensar.

 - Verdade que você foi desenvolvido como uma arma biológica pelo governo chinês?

- Isso agora é irrelevante, concorda? Assim como o primo Ebola, já fui coletado e armazenado por algum laboratório militar neste momento, inclusive por países diferentes. A gripe espanhola, matou entre 10  a 100 milhões de humanos em 1918...



 ... e ninguém falava em arma biológica. Teorias da conspiração vem e vão, mas fatos são fatos. O governo chinês foi criminosamente omisso no combate a epidemia, que virou uma pandemia. 

 Independente de onde vim, para onde vou é o que mais importa. Na China, o surto acabou e já está controlado. Na Itália, matei acima da média: população com mais idosos, clima  frio, sistema de saúde falido... No Brasil, veremos como serão as coisas nas próximas semanas. Para países diferentes, temos: povos diferentes, climas diferentes, qualidade do sistema de saúde diferente, hábitos de higiene diferentes e consciência popular mais ainda. Não me comporto exatamente igual em todos os locais onde chego.

- Qual sua expectativa em relação a Pandemia no Brasil? 

- Era a pior possível (para mim, a melhor possível!). Mas talvez, o isolamento atual tenha um efeito positivo para vocês. Parece até a bolsa de valores: muita especulação, muitos números "possíveis" e alguns irreais; muito político querendo levar vantagem na atual situação, cujo rumo é imprevisível, mesmo com toda e qualquer medida que todos vocês tomarem. 

- Como assim, mesmo com todas as medidas? Não surtirão efeito?

- Vamos sair do campo da especulação e vamos ao da razão. Podem morrer 10 pessoas no Brasil e parar por aí. Mas posso matar mais de  20.000, ninguém tem como provar esta teoria, exceto que ela ocorra: tem muita futurologia, muito barulho, muito especialista de Youtube. O meu comportamento é imprevisível, enquanto todos tentam adivinhar. Vírus sofrem mutações, podendo ter um comportamento mais agressivo  ou menos agressivo, de acordo com a mutação que sofremos.

 Qual o único fator possível a vocês humanos usarem, que pode interferir diretamente na mortalidade da minha pandemia chinesa? Não percamos tempo: são hospitais preparados, com leitos e aparelhos de ventilação mecânica suficientes para atender a demanda dos infectados gravemente. Esta foi e está sendo a grande diferença entre a situação de calamidade na França, Espanha e Itália, mas um relativo controle na Alemanha. A Alemanha tem  hoje 25.000 leitos de CTI, a Itália tem 5.000 e a França apenas 7.000. O suporte ventilatório e o isolamento dos mais gravemente doentes é vital para aumentar a chance de sobrevivência.  

 Vocês tem hoje no Brasil aproximadamente 50.000 leitos de CTI, sendo apenas 22.000 no SUS (onde estão 80% da população brasileira).



 Seu país, teoricamente está melhor preparado que muitos países da Europa e do resto do mundo, em relação ao número de leitos de CTI. Mas, não adiantam apenas os leitos, hospitais, respiradores... se vocês não tem médicos devidamente equipados com o "EPI" apropriado para que eles não se  contaminem comigo e morram tentando ajudar os pacientes doentes. "Dead man tells no tales"... Médicos mortos não ajudarão ninguém.

 Fora alguns hospitais privados (e não todos) e raros no SUS, a grande maioria dos médicos brasileiros NÃO terá EPI ideal para cuidar dos pacientes com Coronavírus.


  

- Entendi perfeitamente e fez todo sentido. Qual sua sugestão para a população brasileira, neste atual momento?

- O isolamento ajuda sim, pois se tivermos 200 pessoas precisando de CTI ao mesmo tempo é uma coisa... 20.000 é outra! Como é impossível me parar, podem dificultar a minha curta vida destruidora, para que neste período possam surgir os medicamentos eficazes (já em teste); tenham menos leitos de CTI ocupados e evitar o colapso do sistema de saúde; possam também surgir vacinas (já em pesquisa). Mas o principal não me foi perguntado...

- Qual seria essa pergunta?

- Será esta a última pandemia que o mundo enfrentará? Eu, ou outra doença contagiosa, voltaremos como pandemia em quantos anos ou meses? Com que grau de força? Vocês estarão preparados? 

 Por aqui, no Brasil, vejo ser mais importante construir estádios de futebol, que custaram bilhões de reais, do que hospitais.  E hoje, estádios inúteis e que só geram despesas animalescas. Gastam bilhões com "fundo partidário", enquanto a saúde, mesmo sem a minha atual presença por aqui, já era um caos.

 Eu não sou a catástrofe da saúde mundial, sou a prova de que o sistema está podre há muito tempo. Em vários outros países, não é diferente daqui.

 Não sou o anjo da morte, Asrael: sou o arauto da verdade nua e crua, que veio por abaixo todas as mentiras e descasos dos políticos com a saúde de sua população, em todos os países. O descaso crônico com os médicos, a enfermagem e os pesquisadores. Não sou a causa, sou o resultado. 

 Outros virão, teremos mais mortes pelo caminho e eu aqui não estou praticando  um exercício de "futurologia". Apenas conheço a natureza humana, a velha e mesquinha natureza humana. Mesquinhos em ajudar, em cuidar, em obedecer mesmo medidas simples e necessárias em alguma ocasiões.

 A minha natureza, vocês desconhecem e dizem que sou imprevisível. Por que não mudam, então, aquilo que é visível, previsível e possível de se fazer em prol de todos vocês, antes que venha a próxima desgraça? 

- E a economia? Como vai ficar?

- Não sou economista, eu destruo economias. Quanto antes passar o medo, antes as economias vão se recuperar. A China, como citado acima, não está na ponta "perdedora" desta crise mundial - pelo contrário. Por agora, é pânico, desemprego, queda nos lucros e muita gente desesperada. Inevitável, num quadro que está hoje 100% na mídia mundial e que realmente merece atenção. Você que está na bolsa, tenha paciência e não seja precipitado em compras agora. Por aqui, seu país será testado, a volatilidade ainda é a regra e o pânico das ruas seguirá para dentro da bolsa de valores. Ações de empresas de pesquisa na área de saúde e laboratórios, fora do Brasil, devem subir.

 Tenho uma dica "viral": vocês deveriam exigir uma lei onde políticos e seus familiares sejam obrigados a usar exclusivamente o SUS como seu "plano de saúde".  

 - Não tiro uma vírgula! Você teria uma mensagem final?

- Não é o Apocalipse, é apenas mais um grande alerta para a humanidade. Mudem enquanto há tempo. Aprendam enquanto podem. Pelo tempo que estou neste planeta, muito já vi e a certeza que tenho não é boa para vocês. Os humanos, apesar de se intitularem "pensantes", agem na maioria das vezes exatamente como eu. Na natureza, quem não aprende e não se adapta... morre pela extinção.

 Me despedi do Coronavírus, abandonei a nota de 2 reais no lixo. Lavei as mãos com álcool gel, troquei de roupa e vejamos o rumo da pandemia nos próximos 15 dias aqui no Brasil.



21 comentários:

  1. o S&P 500 Futures deu o `circuit breaker` de 5% em três minutos hoje... Essa semana promete.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IM, tempos de terra arrasada e de plantar, cada um no seu ritmo. Falei ontem não achar impossível PETR4 nos 5 reais de novo, entre outras liquidações com ações baratas de verdade, com boa margem de segurança. Como disse o Coronavírus, o Brasil será testado nos próximos dias. Isto é: a cacetada até aqui, pode ter sido leve ainda...

      Excluir
  2. Oh, oh, I, I'm still alive...

    Cara, é bem off-topic, mas você teria alguma dica sobre como empreender sem nenhum dinheiro, herança, partindo do R$0,00?

    Ajudaria bastante...

    depressibleman.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Achei excelente o Texto H.M.I.

    Bem didático e cheio de informações lúcidas.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do post rs, bem criativo! Parabéns HM!

    ResponderExcluir
  5. Farmacêutico Investidor23 de março de 2020 17:59

    Muito bom - "deveriam exigir uma lei onde políticos e seus familiares sejam obrigados a usar exclusivamente o SUS como seu "plano de saúde" - cai como uma luva no conceito de skin in the game do Taleb!

    ResponderExcluir
  6. Talvez, isso explique a razão do Governador João Doria ter declarado a seguinte frase: "Se as pessoas soubessem a verdade sobre o Coronavírus, ficariam enojadas!"

    ResponderExcluir
  7. "Eu não sou a causa, sou o resultado" - Simplesmente sensacional!

    A China deveria sofrer sanções pesadas da OMS, ô lugarzinho pra surgir vírus, viu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Farmacêutico Investidor26 de março de 2020 19:51

      Confiar na palavra de ditaduras nunca é boa ideia. Olha só reportagem abaixo:

      "Os tão anunciados testes rápidos para coronavírus com os quais o governo queria começar a testar as camadas mais amplas da população para descobrir qual é o tamanho real do contágio na Espanha não funcionam bem. Isso foi confirmado por vários laboratórios de microbiologia de grandes hospitais nas análises feitas com os kits recém-chegados da China. Os resultados desses testes preliminares são desencorajadores: "Eles não detectam casos positivos conforme o esperado", diz uma fonte que participou dos testes e que pede anonimato"

      https://elpais.com/sociedad/2020-03-25/los-test-rapidos-de-coronavirus-comprados-en-china-no-funcionan.html

      Excluir
    2. Farmacêutico Investidor26 de março de 2020 19:56

      E lembrando que, sendo um produto ligado a área da saúde, é necessário registro junto a vigilancia sanitária do país - para fins de comparação, a ANVISA tenta se espelhar em países regulatoriamente fortes (FDA, EMA) e isso na minha opinião, é bom. Ponto para reflexão: não existem no mercado brasileiro medicamentos chineses, nem mesmo genéricos. Por que será?

      Excluir
  8. Deem uma olhada nisso depois se perguntem por que na China e na Indonésia surgem praticamente todos os virus. O governo permite lugares assim funcionar em nome da "cultura" é o fim da picada
    https://www.youtube.com/watch?v=X0Y4SFz_A-c

    ResponderExcluir
  9. ah aqui mais um
    https://www.youtube.com/watch?v=zrv78nG9R04

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já em 2007, falavam em surto de coronavírus devido aos hábitos alimentares dos chineses. Recebi por WhatsApp e li o artigo de uma revista de Microbiologia. Era “batata”. E deu.

      Excluir

Conto com a boa educação e colaboração de todos! Comentários ofensivos não serão publicados. Aqui, compartilhamos uma jornada rumo à independência financeira. Petistas, socialistas, corruptos, bolivarianistas, marxistas e demais bandidos: vocês NÃO são bem vindos. Procurem primeiro um emprego lícito.