HEAVY METAL Investidor: Dividendos importam?

sábado, 14 de março de 2020

Dividendos importam?

 Boa noite, meus queridos miqueiros, sardinhas, holders, traders, investidores, especuladores e demais arrombados pela atual queda - das muitas que ainda teremos enquanto vivos - da bolsa de valores.

 Certos debates são eternos, mas alguns logo são finalizados com o uso de matemática e bom senso. Um deles versa sobre ativos que pagam dividendos e ativos que não pagam os mesmos. Há quem não olhe para proventos. 

 Eis a pergunta: dividendos importam?


 Eu sempre preferi ativos que paguem dividendos aos ativos que não pagam. Tenho meus motivos, e a  atual cacetada do papai Urso me fez lembrar de todos eles:

1- A Bolsa caiu? Recebo meus dividendos do mesmo jeito e compro ativos com desconto. A bolsa tá de lado ou subiu? Posso alocar mais onde quiser ou na RF e recebo meus dividendos mais uma vez, da mesma maneira. E os juros compostos seguem seu rumo, como o rio corre pro mar. 

2- O fluxo de caixa mensal cada vez maior, me torna independente financeiramente, sem tocar no dinheiro aplicado, sem precisar mexer no principal. Se a bolsa sobe ou cai, segue o jogo normalmente. A bola de neve pode dar uma “derretida” por um período, mas o gelo produzido em seu “core” segue aumentando. 

3- A certeza de saber que a fórmula tempo + juros compostos + aportes + proventos reaplicados, é o caminhada da minha IF e uma hora me livram dos aportes. Os proventos por si só suprem a demanda de manter a bola de neve girando e crescendo. 

4- A tranquilidade de saber que tenho 30 mil reais por mês, “pingando na conta” todos os meses, sem trabalhar, é algo que não tem preço. Não tinha isso em 2015/16, quando o sangue correndo na bolsa e no meu monitor me levaram ao desespero dos despreparados e vendi PETR4, VALE5, ELPL4 com um prejuízo monstro. 

5- Os dividendos recebidos baixam o preço médio das ações. Reinvestindo os dividendos na mesma ação, este processo é mais rápido ainda. 

 E os ativos que não pagam dividendos? “A empresa de Buffet não paga dividendos e subiu horrores nas décadas passadas”. Sim, mas a empresa dele é uma holding... de empresas que pagam dividendos para ela! Aí, amigo, até eu quero. 

 Mas ao comprar uma empresa (não uma holding) cujo foco é apenas a valorização de sua cotação, sem olhar para dividendos, pois ela “reaplica seus dividendos no próprio negócio, que expande e geras mais lucros e que voltam para o próprio negócio, num ciclo virtuoso”. O que não está sendo visto aqui? 

1- A empresa pode falir, você verá a cotação virar pó e não ganhou nada sendo seu sócio, seja por quanto tempo for. 

2- Se não realizou lucro no ativo (isto é: comprou, subiu, vendeu), você só tem lucro virtual e que depende diretamente da cotação do ativo na bolsa. É um eterno “estou rico, estou pobre”. Enquanto não vender, nada será lucro pra você. Dividendos, ao contrário, são seus. São reais. 

3- Você não recebe nada, mas o gestores destas empresas receberam muita grana ao longo de todos os anos, através de bônus em dinheiro ou ações mesmo. Um amigo meu de infância foi executivo da Google e Facebook anos atrás, recebeu e vendeu com grande lucro todas as ações que ganhou como bônus. Até agora, estas empresas estão crescendo, mas a história poderia ser outra. Empresas nascem e morrem também. 

 Isso tudo que escrevi quer dizer que não acredito no investimento em empresas que não pagam dividendos? NÃO, gafanhoto! Leia novamente tudo que escrevi e terá sua resposta. Eu apenas prefiro investir em algo que me retorne parte do seu lucro como sócio do negócio, que de fato eu sou, ao comprar as cotas do FII ou da empresa no mercado. Simples. Mais simples que isso, impossível explicar. 

 Prefiro “dividendo na mão do que cotação voando”. Minha opinião pessoal, cada um tem a sua. Tem quem ganhe dinheiro fazendo scalper no day trade - sim, eles existem! - mas são raros. Eu sou comum. Tem quem tenha informações privilegiadas e aposta tudo no cavalo “El Borracho”. Eu não sei nada. Existem os que fazem swing trade com bom lucro, eu prefiro seguir minha rotina de trabalho e investimentos, mesmo ocasionalmente fazendo alguns swing trades nos FII. 

 A minha visão sobre empresas que não pagam dividendos é que uma hora temos que realizar lucro, pois o negócio pode empacar e para de se expandir,  as cotações vão tomar uma porrada. “Você está errado, a empresa X tem suas cotações em alta há 5 anos”. Eu não tenho bola de cristal, prefiro não praticar futurologia. 

 Para mim, os dividendos importam muito, obviamente não são um item isolado na análise de compra de uma empresa. Outra maneira simples de evitar perda de tempo para quem quer o melhor dos dois mundos, é comprar ETF: poupa o investidor de muitos cálculos e trabalho. Mas há quem goste do Stock picking e desde de que tenha lucros, tá valendo!

 Preparados para mais um Circuit Breaker? Ou dois? Não se deixem levar por repiques: a turbulência não acabou, calmaria passageira. Mas já chegamos num ponto de iniciar aportes em bons ativos. BBSE3 está pagando no atual preço 15,6% ao ano de dividendos, apenas um exemplo. Muita notícia por sair de Coronavírus, países da Europa fechando fronteiras desde ontem. Tenham calma, sangue frio e dinheiro para aproveitar oportunidades de uma vida inteira.



29 comentários:

  1. Penso exatamente igual.
    Dizem que é o mesmo ter 1000 ações valendo 10,00 e 1000 ações valendo 9,00 mais 1000 reais no bolso.
    NUNCA!
    Matematicamente é verdade. Mas, enquanto na primeira opção eu tenho apenas ações, na segunda opção eu continuo com a mesma participação na empresa (mesmo número de ações) e com dinheiro no bolso.
    Fora que, no longo prazo, sendo a empresa boa, a cotação recupera esse valor descontado. Aliás, se não recuperar (subir), ficar na primeira opção seria ainda pior.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, exatamente isso. Penso igual. Comprar BBSE3 por 34,8 pagando 10% de dividendos ou por 24,88 pagando 15,6%? Se a bolsa cair mais, teremos dividendos de 15 a 20% ao ano em algumas boas empresas. Isso significa, no cálculo exato, dobrar seu capital em 5 anos sem precisar aportar nada mais.

      Claro, o dividendo pode cair, mas pode subir! A taxa de desconto é ótima, você já compra um ativo com teoricamente uma compensação de queda de mais de 10% ou até 20% só com os dividendos, isso após uma queda na bolsa de quase 50% em poucos dias. A chance de alta é maior que a de baixa, mesmo que leve mais tempo do que a queda abrupta e violenta.

      Eu foco em fluxo de caixa. Não preciso do meu patrimônio hoje, amanhã ou daqui há 5 anos. Preciso que ele me remunere todos os meses! E cada vez mais e mais. Isso se chama paz de espírito, também conhecida como “juros compostos”.

      Repito: dividendo isolado NÃO é critério para compra de uma ação. P/L, P/VPA, ROE, margem líquida (muito importante), dividendos, liquidez corrente, histórico pregresso de dividendos por mais de 5 a 10 anos, nicho de mercado. Quem não quer trabalho, compre ETF e seja feliz.

      Excluir
    2. Olá H.M, tudo bom?

      Curti muito o post, ainda mais para mim que estou começando nas Ações.

      Tem novidades no meu Canal, depois passe lá e deixe sua opinião.

      https://aportehoje.blogspot.com

      Excluir
    3. JA, você tem a sorte de pegar o mercado neste patamar. Aproveite!

      Excluir
  2. Pois é Heavy, mas ai vem o big ERN e prova por a + b que dividendos e yield é ilusão
    https://earlyretirementnow.com/2019/02/13/yield-illusion-swr-series-part-29/
    https://earlyretirementnow.com/2019/03/04/the-yield-illusion-follow-up-swr-series-part-30/
    Já tive argumentos com ele mas ele sempre ganha kkkkkk....o que vc me diz? Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. AA40, os números falam por si mesmos. Vamos fazer aqui um teste hipotético:

      Tenho 10 milhões aplicados na bolsa, recebo 1 milhão por ano de proventos (10%). Em 10 anos, com os dividendos mantidos em 10% ao ano, eu dobro meu capital inicial sem aportar mais nada, OK? Fora isso, as ações e FII que tenho podem valorizar, aumentando a bola de neve.

      Mas o mercado decide ficar urso por 10 longos anos, cai subitamente 40% e fica de lado neste período. Meus 10 milhões serão agora 6 milhões. Entretanto, os ativos que tenho em carteira seguem pagando dividendos no mesmo patamar, alguns inclusive passam a pagar um dividendo progressivamente maior e vou reaplicando a grana nos mesmos ativos, por 10 anos. No ano 2, recebo 1,2 milhão de proventos, no ano 4, recebo 1,4 milhão, no ano 6 recebo 1,6 milhão, no ano 8, recebo 1,8 milhão e no último ano recebo 2 milhões de proventos. Supondo que a soma destes dividendos fosse 15,5 milhões de reais + os 6 milhões iniciais = 21,5 milhões de reais em 10 anos, recebendo 2 milhões ao ano de dividendos. Eu não tenho nada a reclamar.

      Mesmo que o dividendo ficasse em 1 milhão por ano, teria ao fim de 10 anos de mercado urso (isso nunca ocorreu, o maior durou 2,8 anos) 10 milhões + 6 milhões iniciais = 16 milhões de reais.

      O post que vc citou usa o mercado americano, com dividendos bem menores que aqui e associa o tema a SWR. É um tema polêmico, como citei no início do post, mas para mim muito claro e real: cash flow. “Mas na recessão, os dividendos também caem” - cita o texto; LÓGICO! Como também as empresas que não pagam dividendos afundam e nós recebemos mensalmente nada x nada das mesmas.

      Cada um define seu portfólio e deve se mostrar feliz com sua estratégia e resultados alcançados. Se eu conseguir receber 40 a 50 mil reais por mês de proventos, minha meta atual, estarei feliz e isso independente de ter 1 milhão ou 10 milhões de reais aplicados. A SWR ou TSR (taxa de retirada segura) é uma opção de aposentadoria: não podemos ignorar que é possível sim ter um patrimônio que te permita receber tanto dinheiro que não precise sacar do principal para sobreviver. Lírio Parisoto, Barsi e tantos anônimos existem e vivem assim. Vamos ignorar isso também?

      Eu não quero convencer ninguém a pensar como eu, mas a matemática é teimosa. Ser sócio de uma empresa só tem uma finalidade: dar lucro e distribuir aos sócios. OBS: não defendo aqui uma estratégia 100% somente em boas pagadoras de dividendos, basta ver a antiga Drogasil (hoje RADL3), que sempre pagou pouco dividendo e subiu estratosfericamente nos últimos anos. Mas minha prioridade atual é fluxo de caixa, que não atrapalha em nada ter também uma empresa como RADL3 na carteira.

      Excluir
    2. A minha lógica é que os dividendos reinvestidos baixam o PM das ações.
      Um exemplo, eu carrego a alguns anos ações da trpl4 e sempre reinvisto os dividendos. Considerando quanto investi e ações que tenho, meu pm em trpl4 está abaixo de 6,50.
      Acho dividendos fundamental para uma carteira previdenciária.

      Excluir
    3. Anon, muito bem lembrado! Vou incluir no texto

      Excluir
    4. Sem duvidas que a sua lógica é correta Heavy e eu tbm pensava assim mas diante dos postos do big ern que é um matemático e trabalhou no Federal Reserve, fica dificil não prestar atenção ao que ele diz e calcula. Inclusive ele comprou uma briga boa com o Millenial Revolution pq eles usam a yield shield. Diz ele que:

      a) dividends can and will be cut, (se isso acontece nos EUA imagina no Brasil, e ele tbm prova que empresas boas tbm o fazem)
      b) preferred share dividends can be cut, (Brasil nem existe preferred na bolsa, eu acho)
      c) REITs can go bust, (no Brasil tbm, mais facil ainda vide o mkt cap)
      d) your corporate bonds go into default (acontece com frequencia, debentures irem para o saco)
      e) your corporate bond interest income may not keep up with inflation (acontecendo agora)

      Mas como vc falou, é mercado americano, e como eu aproveitei quando o dolar voltou a 4,02 para mandar o resto dos meus reais para o exterior, é USA que terei que estudar e investir agora. Abcs

      Excluir

    5. AA40, se formos por esta lógica, tudo vai cair junto: se tiver default de bonds, se REITS derreterem, se dividendos forem cortados... pense de maneira muito simples! Por que somente as empresas que não pagam dividendos iriam estar subindo e com lucro? Não tem lógica.

      A diferença entre pagar ou não dividendos é escolher entre dividir o lucro comigo (minoritário) ou não dividir! Já o item LUCRO, depende da gestão e do mercado estar ou não em recessão (a história mostra que os piores Bear Markets foram juntos com recessão econômica). Assim, todas empresas estariam sendo afetadas.

      Discordo do colega americano. Ele criou um mundo virtual, onde quem paga dividendos irá pro inferno uma hora e quem não paga é o mundo ideal. Mesmo que uma empresa corte dividendos, pode voltar a pagar. Gestores existem para isso. Você havia pensado nisso? Se o mercado virar o que ele pontuou, com tudo de pior pela sua listagem citada acima, muito curioso pensar que as empresas que não pagam dividendos estarão imunes e bombando no mercado.

      “Mas o gestor da empresa X, que não paga dividendos tem dinheiro em caixa e está muito bem nesta crise atual” - uma hipótese, OK? O gestor da empresa W, se realmente é gestor, pagou dividendos por que sabia que podia e também tem caixa para eventuais crises. Caso contrário, é um gestor de merda.

      Excluir
    6. https://i2.wp.com/earlyretirementnow.com/wp-content/uploads/2020/03/Scared-Already-Chart04.png?resize=863%2C627&ssl=1

      Excluir
  3. Fala HM, concordo contigo! Na minha atual fase FIRE estou contando apenas com os dividendos para me manter, sem mexer no principal. Na prática o lucro da franquia está praticamente pagando por 100% dos meus gastos então os dividendos estão sendo reinvestidos mês a mês. Nessa queda toda por aqui já tem ativo com yield de 15-20%, claro que como você bem colocou yield não é tudo, mas são ativos que eu particularmente confio e considero bons de acordo com minha análise dos balanços. Fiz alguns investimentos usando minha reserva de emergência, pretendo fazer mais um aporte essa semana e depois só acompanhar, pois não quero torrar toda minha reserva.
    Veremos o que nos reserva nas próximas semanas, muitas emoções com certeza!
    Abs!

    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. EI, estou pensando seriamente em fazer Termo de algumas ações, pois estou sem caixa agora, e comprar depois quando o dinheiro entrar.

      Excluir
  4. Heavy,

    E a estratégia de ETF que você vinha estudando desde o ano passado? Desistiu?
    Lembro de você dizer que estaria fora do mercado de ações porque estava esticado. Agora, então, é a hora! kkkkk

    Eu ainda estou indeciso quanto à estratégia. Mantive as posições (poucas) em stock picking e tenho PIBB11. Penso em adicionar SMAL11 e fazer um portifólio de PIBB11, SMAL11 e algumas ações.

    Por outro lado, fico pensando que é uma estratégia burra, querer combinar gestão ativa e passiva, ETF + stock picking. Será?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TumTum, não acho ruim. Acho uma boa. SMAL11 e PIBB11 uma ótima idéia. E mesmo assim ter uma parte em Stock picking, siga seu feeling!
      ‘Tudo vale a pena, se a alma não é pequena’.

      Excluir
    2. Eu acho ETF uma boa pra quem não quer acompanhar mercado, entender de indicadores e ter que acompanhar carteira. Eu prefiro montar minha carteira.
      Mas se eu fosse comprar etf visando longo prazo, iria preferir o gove11.

      Excluir
    3. gove11? ta maluco? viu o spread dessa merda?

      Excluir
  5. A melhor vantagem pra mim é fluxo de caixa, mas pra quem tem pouco patrimonio igual eu da uns mil reais por ano kkkk, mas dividendos não fazem parte da minha análise, é um 'plus' apenas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, cada um usa sua estratégia. Eu prefiro saber que mesmo subindo ou caindo, a grana entra na minha conta todos os meses.

      Excluir
  6. Beleza Heavy! Os dividendos me tranquilizam em momentos como esse de circuit breaker.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beto, a mim também. Imagine só: queda na carteira, sem receber nada. Eu prefiro saber que uma hora a maré volta e eu recebi dinheiro por todo o tempo de queda.

      Excluir
  7. Muito bom, HM. Quando eu montar minha carteira, também ou dar um peso grande para o fluxo de caixa! Concordo que dividendos importam, acho que toda carteira te que incluir algumas pagadoras de dividendos, e não apenas focar em valorização patrimonial. O que liberta mesmo é a renda passiva.
    "Money is good, but cashflow is king"

    ResponderExcluir
  8. O que vai pagar as suas contas será a renda passiva e não o patrimônio, por isso prefiro a estratégia focada em dividendos.

    Há quem defenda vender o patrimônio aos poucos para ir sobrevivendo, mas considero isso muito arriscado. Imagina o investidor que acumulou patrimônio por quase 30 anos, alcança aquele número mágico e então decide parar de trabalhar e coincidentemente acontece um bear market e seu patrimônio derrete 50%? Imagina a frustração e desespero do sujeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CD, isso é o chamado "sequence of return risk": se aposentar e de cara tomar uma Bear Market na cabeça. Falei exatamente disso neste post:https://heavymetalinvestimentos.blogspot.com/2019/12/a-regra-dos-4-de-william-bengen.html

      Vale a pena ler! Te juro. Um Bear Market logo que você aposenta e começa os saques da carteira é um estrago absurdo, comparado com o mesmo Bear Market, mesma queda, no meio ou no final da aposentadoria.

      Excluir
  9. Fala HM!
    Gostei muito do artigo e considero que os dividendos são muito importantes tanto para evolução patrimonial quanto viver dos rendimentos vindo de anos e anos investindo.
    Você Havy que já investi há vários anos pode me ajudar. Hoje minha estratégia gira em uma carteira composta por 70% ações e 30% Renda Fixa. As minhas ações são 45% de dividendos como BBSE - TAEE - SAPR e por aí vai e tem 45% de empresas que tem um baixo DY hoje mas com potencial de distribuir maiores dividendos no futuro. e 10% para fazer alguns trade e pegar alguma valorização, que por sinal deu muito errado esses dias kkk Foco no LP!! kkk
    Gostaria de saber suas considerações dos FII em uma carteira e ter mais classes de ativos na carteira.
    As empresas tem mais capacidade de crescer seus lucros do que os FII e assim distribuir mais dividendos também. O que acha dessa alocação em uma carteira?

    Att. https://engenhariadosinvestimentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu concordo com o texto/estratégia pra quem adotaa estratégia de buy and hold.
    No meu caso, que opero em swing trade, onde normalmente a manutenção dos papeis varia entre 15 e 180 dias(conforme atingimento das metas), a análise dos dividendos só entra na linha de decisão num segundo plano, mas não deixam de ser considerados em cenários de risco de recuperação mais alongadas como agora e quando há pouco dinheiro pra investir e fico na dúvida entre os papeis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I47, eu tenho uma meta simples: tentar conseguir 1% ao mês na carteira. Importante é estar feliz com as metas que conseguimos.

      Excluir
  11. Cara, o que você indica para quem quer empreender mas não tem dinheiro?

    Tenho alguns problemas para estudar tanto pra concurso (Asperger, TOC, TDAH) quanto para fazer uma faculdade tradicional, ser contratado por uma empresa.

    ResponderExcluir

Conto com a boa educação e colaboração de todos! Comentários ofensivos não serão publicados. Aqui, compartilhamos uma jornada rumo à independência financeira. Petistas, socialistas, corruptos, bolivarianistas, marxistas e demais bandidos: vocês NÃO são bem vindos. Dividam antes todos os seus bens com os outros e parem de hipocrisia: vivam o que pregam!