domingo, 27 de março de 2011

Como avaliar uma ação pelo PSR (Price to Sales Ratio).

 Avaliação de uma Ação baseada em Vendas

Valuation: O Índice Preço/Vendas (PSR)

 Toda vez que uma companhia vende alguma coisa aos seus clientes está gerando receitas. Receitas são as vendas recebidas pela companhia pelo fornecimento de bens ou serviços. Não importa se a companhia conseguiu ou não fazer dinheiro ano passado, sempre haverá receitas. Mesmo as companhias que estão perdendo dinheiro temporariamente, ou possuem lucros deprimidos devido a circunstâncias de curto-prazo (como o desenvolvimento de produtos ou aumento de impostos), ou que sejam relativamente novas em um segmento de alto crescimento, serão normalmente avaliadas por suas vendas e não pelos seus lucros.

 As avaliações baseadas em receitas são efetuadas por intermédio do índice Preço/Vendas, ou simplesmente "PSR" (em inglês, Price to Sales Ratio). Os Sites Economática e Fundamentus apresentam o PSR das ações em suas páginas.

 
 O índice Preço/Vendas (ou PSR) pega a capitalização de Mercado da companhia e divide pelas receitas dos 12 últimos meses. A capitalização de Mercado é o valor atual da companhia obtido multiplicando-se o preço da ação no mercado pelo número de ações existentes. Esse é o preço pelo qual o mercado está avaliando a companhia. Por exemplo, se a Companhia "ABC" possui dez milhões de ações que custam 10 reais cada uma, então sua capitalização de mercado é de 100 milhões de reais (10.000.000 de ações x 10,00 reais).

 Alguns investidores são ainda mais conservadores e somam as dívidas de longo prazo da companhia ao valor de mercado para chegar a capitalização de mercado. A lógica aqui é que se você for adquirir a companhia, assumirá também suas dívidas, pagando, por conseqüência, esse valor a mais. Isso evita comparar PSRs de duas companhias em que uma tem uma dívida enorme empregada no sentido de aumentar suas vendas e outra com vendas menores mas que, em compensação, não assumiu nenhuma dívida perigosa.

Capitalização de Mercado = (Nº de Ações x Preço da Ação) + Dívidas de Longo Prazo

 O próximo passo para calcular o PSR é somar as receitas dos últimos quarto trimestres, e dividir esse número pela capitalização de mercado. Digamos que a Companhia "ABC" tenha conseguido 200 milhões de reais em vendas nos últimos quatro trimestres e atualmente não possua qualquer dívida de longo prazo. O PSR será então:





           (10.000.000 ações x 10,00 reais) + (*valor das dívidas de LP)

PSR =  ---------------------------------------------------------------------------   =     0,50

              200 milhões de reais de vendas em 12 meses

* Considerando-se que a dívida de longo prazo da empresa é igual a zero, apenas para facilitar o exemplo.

 Uma companhia sempre considera o "PSR" antes de fazer a aquisição de outra empresa. Se você já viu um negócio ser fechado em cima do "múltiplo de vendas”, já viu o PSR em uso. Como essa é uma forma legítima de uma companhia avaliar uma aquisição, muitos simplesmente extrapolam esse conceito para o Mercado Acionário e o empregam para avaliar uma empresa .

Usos do PSR

 Da mesma forma que o PEG e o YPEG (discutirei em outro post), quanto menor o PSR, melhor. Ken Fisher, que é o mais conhecido pelo emprego do PSR para avaliar ações, procura por empresas com PSR inferiores a 1,0 para encontrar ações que o mercado esteja subavaliando. Essa é a aplicação mais comum do PSR e é realmente um excelente indicador de valor de acordo com o trabalho efetuado por James O'Shaughnessey em cima do banco de dados da S&P's CompuStat.

 
 O PSR é também uma excelente ferramenta para se utilizar quando uma companhia não conseguiu fazer dinheiro em determinado ano. A menos que a companhia venha a falir, o PSR pode nos informar se as vendas estão sendo feitas com desconto em relação a seus concorrentes. Se a Companhia "ABC" perdeu dinheiro ano passado, mas possui um PSR de 0,5 enquanto as outras companhias da mesma indústria possuem um PSR de 2,0 ou maior, você pode assumir que se ela conseguir dar a volta por cima e começar a fazer dinheiro de novo, terá uma maior tendência de alta elevando seu PSR para ficar em linha com de seus concorrentes. Existem, por exemplo, alguns anos de recessão em que nenhuma das montadoras de automóveis fez dinheiro. Isso quer dizer que nenhuma delas tem valor, e que não é possível fazer comparações entre elas? Não, você só precisa empregar o PSR ao invés do P/L para saber quanto você estaria pagando por um dólar de vendas, ao invés de um dólar de lucro. 

 Outro uso comum do PSR é para comparar companhias dentro de um mesmo setor,  empregando o PSR junto com o P/L para confirmar valor. Se uma companhia possui baixo P/L, mas alto PSR pode ser um alerta para o investidor de que ocorreu uma anomalia nos lucros (lucro não recorrente) nos últimos trimestres e que está elevando o Lucro por Ação excepcionalmente. Finalmente, as companhias novatas e de setores que estão "na moda" são sempre precificadas baseadas nos múltiplos de vendas e não nos múltiplos de lucros.
 Portanto, a sugestão é que se procure empresas com PSR abaixo de 1 e também que o indicador seja utilizado para comparar empresas de um mesmo ramo (p.ex, energia elétrica) a procura da empresa que tenha o menor PSR. Claro que não deve ser utilizado de forma isolada na análise de uma ação a ser comprada, pois como todo indicador que está aparentemente MUITO BOM ele pode na verdade estar escondendo sérios problemas na empresa que está sendo avaliada como uma "pechincha"...

 Um bom atual exemplo de baixo PSR na Bovespa é o caso da ELETROPAULO (ELPL3/ELPL4). Semana passada, seu PSR estava em 0,62 com a ação cotada a 32,50 reais. Com o último preço de ELPL4 a 35,00 reais o PSR subiu para 0,67 - que mesmo assim está bem atrativo.

 Em tempo: Sou acionista da ELETROPAULO e minhas avaliações NÃO SÃO INDICAÇÕES DE COMPRA DE ATIVOS!!! Cada un que tome suas próprias decisões!!!







"See foward, choose wisely"



2 comentários:

  1. Ótimo post HM,

    Outra empresa que tem um PSR interessante atrelado a um P/VP baixo que eu estou de olho é a JBSS3 que caiu muito nos últimos meses.

    abs

    ResponderExcluir
  2. Major,

    Valeu a dica. Vou estudar a empresa.

    ResponderExcluir

Conto com a boa educação e colaboração de todos!

Comentários ofensivos ou comunistas / socialistas / petistas - entre outras merdas - não serão publicados.